quinta-feira, 2 de outubro de 2008

Quem tem medo de monstro?... Eu tenho!

Robson Canto disse...

"Cinco anos de misérias e de sofrimentos, eis o que significa a minha estadia nessa cidade de prazeres. Cinco anos em que, primeiro como ajudante de operário, depois como aprendiz de pintor, vi-me forçado a trabalhar pelo pão cotidiano, mesquinho pão que nunca bastava para saciar minha fome habitual. A fome era então minha companheira fiel, que nunca me deixava sozinho e que de tudo igualmente participava. Cada livro que eu comprava aumentava a sua participação na minha vida*"

O texto acima poderia ser escrito por um trabalhador qualquer se não tivesse sido escrito pelo grande filho da puta (acho que a mãe dele nem tenha culpa das monstruosidade do filho) do Adolf Hitler.
Agora expliquem-me se for possível como uma pessoa que já passou até fome se trasforma em um monstro?

* Mein Kampf (Minha Luta) Adolf Hitler. págs 22 e 23. Editora Centauro.

"PRECISAMOS SABER O QUE O INIMIGO PENSA" PRETO GHÓEZ

Nenhum comentário: