terça-feira, 29 de janeiro de 2008

POR VOCÉ




JÁ PERDI A CONTA DE QUANTOS
CONTOS CONTEI
JÁ PERDI A CONTA DE QUANTOS
BEIJOS TE DEI
JÁ PERDI A CONTA DE QUANTOS
ABRAÇOS QUE GANHEI
JÁ PERDI A CONTA DE QUANTAS
NOITES ACORDADO QUE PASSEI
JÁ PERDI A CONTA DE QUANTOS
SONETOS RECITEI
JÁ PERDI A CONTA DE QUANTAS
FLORES QUE TE DEI
POREM TEM ALGO QUE AINDA
NÃO PERDI...
FOI A MANIA ABUSIVA...
DE TE AMAR MEU BEM.


DE FUZZIL
PARA RAQUEL

2 comentários:

QUELLENE disse...

adorei este poema, principalmente a pessoa que criou...
Eu também nunca vou perder a mania abusiva de te amar.
Pois, sempre cada dia mais irei te amar.

Anônimo disse...

VIVA O AMOR, ADOREI A ATITUDE... SÃO POUCOS OS HOMENS QUE FAZEM
O QUE VOCÊ FEZ, É QUE MUITOS TEM VERGONHA DE DECLAMAR ALGO PARA UMA DAMA! PARABÉNS E VIVA O AMOR.


DANY