domingo, 27 de janeiro de 2013

Contra o genocídio da juventude negra, pobre e periférica.

Enquanto muitos paulistanos participavam das atividades comemorativas dos 459 anos da cidade de são paulo, integrantes de movimentos sociais também aproveitaram a data para chamar a atenção para a violência, que infelizmente, é um problema gravíssimo em toda a grande São Paulo.


O ato foi contra o genocídio da juventude negra, pobre e periférica, a internação compulsória e a ameaça de despejo do assentamento Milton Santos.

Nenhum comentário: