domingo, 24 de outubro de 2010

Só lamento

É tanto sofrimento no meu peito
Não posso mais viver dessa maneira
Você sabe muito bem fui à primeira
E sempre te tratei com tal respeito.

Em outrora era tanto sentimento
Chamava-me de princesa e guerreira
Hoje em dia me despreza diz asneira
Onde pretende chegar desse jeito.

Esta na cara que amor já não sente
Ultimamente anda muito agressivo
Pra mim basta, digo sinceramente.

Não me venha se fazer de inocente
Nosso amor acabou, mas sobrevivo
Vou seguir meu caminho livremente.


Fuzzil

Nenhum comentário: